Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2006

A palavra que nunca te disse

amote.jpg


Sim.... Amo-te...


 Sinto isso hoje ao pensar em ti e sei que também o senti ontem. Nada te disse é verdade, porque tive medo... Medo que não sentisses ainda o mesmo por mim... É de um egoismo imenso guardar este sentimento só para nós.. É uma cobardia ter medo de to dizer.


Mas que posso eu fazer perante a dimensão desta palavra?? Perante a grandeza deste sentimento?


É verdade que te amo, amo-te muito aliás....


Foste a unica pessoa que eu consegui ver para lá do exterior, vi esse mundo interior fantástico que guardas dentro de ti. Mesmo sem te mostrares eu VI-TE, e nesse momento quis desesperadamente explorar esse mundo e fazer parte dele. Mas como?


 Se ainda hoje eu me sinto pequena ao pé de ti...


 Finalmente consegui entrar no teu mundo.... E é tão bonito.... Deixaste-me acomodar lá dentro e eu sinto-me tão quentinha, tao segura... Tenho medo de lá sair é verdade... Não te vou negar... Arrisco-me a dizer que trocada todos os anos da minha vida por um só instante dentro de ti... Dentro do teu coração....


 Porque lá dentro sinto que és o meu principezinho, e que eu sou a tua rosa... Proteges-me, cuidas de mim, e dás-me o essencial para eu sobreviver: Amor.


 Por tudo isto não posso continuar a negar aquilo que sinto: Eu Amo-te!


publicado por Porcelinna às 10:26
link do post | deixa uma loucura... | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 10 de Fevereiro de 2006 às 13:07
Lindo... e com uma sensibilidade que nos deixa sem palavraso meu olhar
(http://htpp//omeuolhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:)


De Anónimo a 10 de Fevereiro de 2006 às 12:02
Se a grandeza da palavra corresponde à grandeza do teu sentimento, então porque esperar...Independentemente da resposta que depois se vai ouvir, só dizendo o k se sente é k se pode caminhar para a frente... assim os nossos passos tornam-se mais seguros... BjsSM
(http://www.certosmomentos.blogs.sapo.pt)
(mailto:sm@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Fevereiro de 2006 às 11:50
Lindo...não existe outra palavra para descrever aquilo que acabei de lêr.
É tão bom berrar ao mundo que amamos, mas existe sempre o receio de não ser correspondido, mas pensando bem, só poderá acontecer duas coisas: amar e saber que somos amados ou amar e não ser amada, mas aí os sonhos compensarão.
Acho que vou dizer ao mundo que também amo e que me quero acomchegar nesse amor, o vento encarregar-se-á de levar a minha magia até à pessoa que amo...
Através das tuas palavras ganhei a coragem que faltava....
lindo...filipa
</a>
(mailto:filipa@cunha.com)


De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2006 às 10:32
participa no concurso de divulgação de blogs.... do Ruben um amigo meu... http://concursomc.blogs.sapo.pt/Ana Luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)


Comentar post

.Aquilo que sou

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
25
26

28
29
30
31


.A minha alma

. ...

. Tempo

. Arco-Iris da Vida

. Dias de vento

. Sem Titulo

. Uma lágrima

. Ao pensar em ti

. Só quero ser tua

. A tua rosa

. ...

.Memórias passadas

. Maio 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds